arte branding

O Passado Remodelado no Presente para o Centenário dos Maple Leafs

13.7.16Andy Santos


O Toronto Maple Leafs, das equipes mais antigas do hóquei no gelo, disputará a sua centésima temporada a partir de outubro, abrindo as portas para comemorar seu centenário de fundação, em 2017. Para comemorar o expressivo feito a franquia se apresenta com nova identidade visual, representando o passado gráfico remodelado no presente.




A folha de plátano geométrica, semelhante à bandeira canadense, dá espaço à forma orgânica e se inspira em tempos bem remotos para compor o novo logotipo do centenário clube. As insígnias e a tipografia que simbolizaram os Leafs entre as décadas de 1930 e 60 servem de parâmetro, contudo a composição de 2016 vem com personalidade própria e você verá o por quê.

Este novo desenho a princípio parece mera semelhança com os anteriores, no entanto ele carrega pequenos detalhes que são conceituados no time que ganhou 13 Stanley Cups. Primeiro a ausência do contorno, que dá um aspecto mais clean, próximo do que o design contemporâneo pede. A tipografia, de família square está mais centralizada em relação à figura da folha. Repare no logo de '38 e no de '63, a nomenclatura está deslocada um pouco mais para à direita, especialmente a palavra arqueada "Toronto".


A folha tem trinta e uma pontas, representando o ano de 1931, quando os Leafs começaram a mandar seus jogos no lendário Maple Leaf Gardens, a casa mais longeva e de mais campeonatos conquistados. As nervuras nas três pontas de cima significam os treze títulos da Stanley Cup. As nervuras no total somam dezessete, fazendo referência a 1917, data de fundação. 
 O único elemento que este logo carrega em comum ao imediatamente anterior é o tom de azul, mais escuro do que as identidades antigas.



Os novos uniformes também foram desenhados com particularidades em seu design. A proporção do logotipo na camisa é maior em relação ao modelo anterior. As duas listras nas mangas permanecem, contudo na barra ela é única e mais grossa, detalhe este extraído dos modelos da década de 1970. Listra da mesma dimensão se localiza nas laterais dos calções, inspiração da temporada 1966-67. A faixa dupla nas meias lembra bastante as usadas em 1987-88.

Detalhe mais emblemático neste conjunto é a mensagem que está na parte interna da gola, com a mensagem Honour. Pride. Courage. (Honra. Orgulho. Coragem.). Três palavras que inspiraram e conceituaram a transição do nome da equipe de St. Pats para Maple Leafs, em 1926. Conn Smythe, proprietário mais lendário do time, declarou na época:
"A folha de plátano... quando eles patinarem no gelo com este distintivo no peito... é como vestissem com honra, orgulho e coragem, a maneira que o símbolo foi usado pelos soldados canadenses na primeira guerra mundial."


Brios pelo país, brios pela equipe, brios pela marca. Mesmo sem conquistar o título da National Hockey League há mais de 40 anos, os Leafs são uma referência muito expressiva para sua comunidade, para o Canadá, o esporte e as marcas bem sucedidas em geral. Mais um case que se é trabalhado a partir das bases tradicionais, que se fazem amarrar ainda mais a tradição da instituição.

Obs: além dos próprios Maple Leafs, tivemos como fonte Milton Martins, do site theplayoffs.com.br, agradecemos a colaboração =)



You Might Also Like

0 comentários

INSTAGRAM

CONTATO