arte automobilismo

O Estilo Retrô Volta em 2016 à Corrida de Darlington

1.9.16Andy Santos


Em 2015 a Nascar, suas equipes e patrocinadores marcaram um ponto importantíssimo com seus fãs e para as suas respectivas marcas com a proposta dos carros entrarem na corrida de Darlington, a pista mais antiga da categoria, com esquemas de pintura ao estilo retrô. A partir daí cria-se um ambiente de expectativa, do que os profissionais que elaboram as pinturas possam mostrar ao público, e para 2016 não decepcionaram.

A seguir vamos ver dos mais interessantes layouts dos bólidos e suas inspirações para a corrida do dia 4 de Setembro da Sprint Cup na lendária pista de Darlington, prova conhecida como Bojangle's Southern 500. O post com as pinturas do ano passado você vê aqui.

Patrocinado pelo Mc Donald's, o carro número 1 pilotado por Jamie MacMurray homenageia ao mesmo tempo a rede de fast foods e ao lendário Bill Elliott, com layout inspirado no seu carro de 1997, que tinha a campanha Mac Tonight.

Prometendo ser um dos modelos mais bonitos na pista, o carro 2 dirigido por Brad Keselowski vem com esquema predominante em branco e azul claro, com detalhes em dourado, fazendo referência à primeira identidade visual da cerveja Lite, datada de 1972.

O carro número 3, de Austin Dillon, vem com layout fiel ao de 1983, no qual ocorreu a primeira vitória da equipe Richard Childress na principal categoria da Nascar, com Ricky Rudd.


Kevin Harvick correrá em Darlington com o carro tendo design similar ao usado por Cale Yarborough na temporada 1979, patrocinado pela mesma Busch Beer.


A inspiração para o carro 5, pilotado por Kasey Kahne, é o carro 44 avermelhado com detalhes em branco, pilotado em 1982 por Terry Labonte.


Pro aficionado em Nascar, o número 6 sempre será associado primeiramente ao longevo Mark Martin. O esquema de pintura usado no atual carro dirigido por Trevor Bayne homenageia Martin e inspirado no desenho que ele correu nas temporadas 1996-97. A diferença maior é a presença da marca Advocare no lugar da Valvoline.


Dos mais lindos e interessantes bólidos a alinhar na pista, o preto e dourado predominam na máquina número 13 de Casey Mears, que homenageia Smokey Yunick, dos mais clássicos mecânicos e projetistas que já trabalharam na categoria.

Tony Stewart faz sua temporada de despedida correndo no carro 14, e ele homenageia Bobby Allison, que disputou muito tempo a Nascar com o carro vermelho e dourado, patrocinado pela Coca-Cola. A diferença é que Bobby corria com o carro 12.
Clint Bowyer e seu patrocinador 5-Hour Energy rendem uma emocionante homenagem a Benny Parsons, campeão em 1973. Imagens do ex-piloto e hall da fama se concentram no capô, e o número 15 tem a mesma tipografia do 72, marca de Pearsons.

O carro 17, conduzido por Rick Stenhouse Jr., sempre é um dos que carrega os desenhos retrô na sua mais alta fidelidade. Em 2016 ele vem branco e laranja, com leves curvas nos detalhes, homenageando o antigo campeão Darrell Waltrip.
Habitualmente conduzido por campeões, o carro 18 é certamente um dos patrimônios da Nascar. Hoje tendo Kyle Busch como dono, este bólido vem com a mesma pintura e patrocinador de 1993, quando Dale Jarrett venceu a Daytona 500.

Para prestar tributo à despedida das pistas por Tony Stewart, a equipe Joe Gibbs repete no carro 19 de Carl Edwards o esquema de pintura quando Tony chegou ao time e foi campeão por lá. 

A Tide, com sua identidade visual contendo laranja, amarelo, azul e branco foi um dos patrocinadores icônicos da Nascar, atualmente não está atuando na categoria. Porém o layout renasce por um dia em Darlington no carro de Matt Kenseth e os fãs mais antigos podem lembrar de pilotos que correram com design semelhante, como Darrell Waltrip, Ricky Rudd, Ricky Craven e Bobby Hamilton Jr.

De muitos anos para cá o carro 21 da equipe Woody Brothers tem um visual bastante característico. No entanto eles abrem uma exceção para homenagear David Pearson e darem o carro para o jovem Ryan Blaney com pintura inspirada em 1976.

A Pennzoill, principal patrocinadora do carro 22 de Joey Logano, comemora o 20º ano de sua primeira vitória estampando sua marca em um carro Nascar, e fora com Bobby Labonte.

Chase Elliott vem a bordo do carro 24 impresso com a identidade visual da Napa Autoparts, datada de 1963, através das cores e do logotipo no capô.

O carro 27 de Paul Menard tem o layout inspirado no de Al Unser Jr., quando este correu a Daytona 500 em 1993.

Assim como o carro 3, o 31 traz o mesmo desenho das faixas e tipografia para homenagear Rick Rudd, contudo impresso nas cores amarelo e preto, da Caterpillar, tendo no capô o antigo logotipo da patrocinadora, usado entre 1967 e 1989.

Chris Buescher tem seu carro 34 estilizado com as cores e formas da primeira identidade visual do seu patrocinador Love's Travel Stops, de 1981. Dos mais simples, porém dos mais interessantes layouts, sem dúvida.


O carro 42, conduzido por Kyle Larson da Chip Ganassi Racing vem com uma pintura retrô da sua patrocinadora Target, com layout semelhante ao carro de Eddie Cheever, na fórmula Indy em 1990. Sendo o primeiro carro patrocinado por ela.

Aric Almirola tem a honra e uma grande pressão ao correr com o carro 43 azul claro e vermelho, eternizado por Richard Petty. Em Darlington se repete no 43 a mesma pintura de 1979, ano do sétimo e último campeonato vencido por Petty.
A.J. Allmendinger dirigirá o carro 47 com um esquema inspirado em 1977, da máquina de Bruce Hill. Assim como tantos modelos, não tem como deixar de destacar a tipografia numérica que tem aquele charme especial.

Dale Earnhardt Sr. é homenageado, desta vez não através do carro 3, mas sim do esquema de pintura azul e amarelo que marcou sua estreia na categoria em 1975. Jimmie Johnson carrega no carro 48 tamanha honraria.

O carro 78. de Martin Truex Jr. faz homenagem ao centenário da empresa Auto-Owners Insurance. 

Buddy Baker se tornou marcante na Nascar dirigindo seu carro nas cores cinza e preto, esquema de pintura conhecido como "Gray Ghost". O carro 88 fará esse tributo desta bela combinação, colocando também detalhes em laranja. O patrocinador Nationwide Insurance aplica seu antigo logotipo.

Dos carros em estilo retrô o carro 95 de Michael McDowell é de longe o mais minimalista nas formas. Mas isso não diminui o tamanho da importância à homenagem que seu carro faz a um gigante personagem da categoria, o proprietário de equipe Richard Childress.

You Might Also Like

0 comentários

INSTAGRAM

CONTATO